Meu Perfil
BRASIL, Nordeste, FORTALEZA, VARJOTA, Homem, de 56 a 65 anos, French, Spanish, Livros, Viagens
MSN -



Histórico


Categorias
Todas as mensagens
 Link
 Evento
 Citação
 Avaliação
 Objeto de Desejo
 estante
 revistas
 curiosidades
 experimentos


Votação
 Dê uma nota para meu blog


Outros sites
 PISO SALARIAL AGORA JÁ É REALIDADE
 UOL - O melhor conteúdo
 TELMOCIÊNCIAS
 BOL - E-mail grátis
 TELMOTAHAN
 UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CEARÁ - UECE
 o torto
 Blog de Attico Chassot
 Tecnocientista
 Luis Nassif
 Blog dos Quadrinhos
 Ciência em dia
 Blog desabafo Brasil
 CONTRAPAUTA
 INTERNETÓPOLIS, O IMPERDÍVEL


 
TELMOQUÍMICA - SEU ALMANAQUE ELETRÔNICO


SAIBA MAIS: QUEM FOI MALBA TAHAN?

Malba Tahan é o pseudônimo do matemático Júlio César de Mello e Souza, nascido no Rio de Janeiro (06.05.1895) e morto em Recife (18.06.1974).Ao longo de sua vida o professor Júlio César proferiu mais de duas mil palestras em todo o Brasil, principalmente sobre a didática da matemática. Escreveu e publicou 114 livros. A sua maior preocupação era desmistificar o ensino da matemática. Para isso usava jogos, recreações, problemas curiosos e inventava histórias orientais. Seu livro mais famoso é O Homem que Calculava, que já passou da 53a. edição e foi traduzido para o inglês, o italiano, o alemão, o catalão, o espanhol, o francês, o tcheco e é recomendado como livro paradidático nos Estados Unidos (vide Book Report)e na Itália (Sociedade Italiana de Física e Matemática) A edição portuguesa recentemente lançada tem como título curioso de O HOMEM QUE SABIA CONTAR 

Comentário do blog: Quer saber mais? Visite o site: http://www.ced.uece.br/mt

 



Escrito por gtelmo às 01h16
[] [envie esta mensagem] [ ]



ARTIGO

 

A sedutora história da leitura
Elias Thomé Saliba

Historiador, Professor da USP e autor dos livros Raízes do Riso (2002) e As Utopias Românticas (1994)

 

 Um livro só começa a existir quando um leitor o abre. Esta afirmação resume o novo olhar dos historiadores em relação à leitura. Durante muito tempo eles mantiveram frente à leitura uma atitude linear, supondo-a invariável, natural a todas as pessoas de todas as épocas. Hoje, inúmeras pesquisas nos ensinam a ver no gesto trivial de ler um texto, uma variação quase infinita, possível de ser reconstituída nos diversos momentos da história.

Claro que a difusão do "livro com páginas" tal como o conhecemos, assim como a primeira revolução na história do livro - a invenção da imprensa no século XV - provocaram um alargamento enorme do número de leitores. A segunda grande mutação nas maneiras de ler ocorreu no final do século XVIII com a passagem de hábitos intensivos de leitura - a leitura constante e repetida de textos de caráter religioso (a Bíblia era o grande best-seller!) - para hábitos extensivos de leitura do leitor moderno, que (mal) lê vários livros, ávido por novidades.

Mas a leitura "intensiva" não chega a desaparecer, pois o advento do romance coincidiu com a disseminação de modos emocionais de leitura. Rousseau exigiu que o seu A Nova Heloísa fosse "lido tão intensamente quanto a Bíblia", o que realmente ocorreu, provocando nas leitoras desmaios, choros convulsivos e, no limite, suicídios. Com os olhos de hoje, distraídos pelo caleidoscópio de imagens nas telas, fica difícil concebermos a força  desta paixão incendiária provocada pela leitura.


Sedução pela leitura? Ler em público era, antes do advento do marketing e da noite de autógrafos, a melhor maneira de um autor obter público para seus livros. O poeta Dylan Thomas, em alto estado etílico, encantava com sua belíssima poesia cantada nos bares, coisa só percebida na língua original. 

Mas, na inspirada tradução de Ivan Junqueira, os leitores podem ter uma idéia: Em meu ofício ou arte taciturna/  Exercido na noite silenciosa/Quando somente a lua se enfurece /Trabalho junto à luz que canta/ Não por glória ou pão/ Nem por pompa ou tráfico de encantos/Nos palcos de marfim/Mas pelo mínimo salário/Do seu mais secreto coração. Difícil imaginar tais versos, como revelam os arquivos, reproduzidos por inúmeros leitores que os enviavam, junto com as flores, às namoradas distantes.

Difícil, mas não impossível, já que no final do século XIX o público leitor atingiu a alfabetização em massa. A "era de ouro" da leitura foi também a última a ver o livro ainda imune à competição com outros meios de comunicação - TV, internet e todo o sofisticado aparato da mídia eletrônica do século XX. Ler numa tela não é o mesmo que ler num livro com páginas. Estaríamos hoje diante de uma terceira revolução da leitura? Independente da imprevisível resposta, esta recente história da leitura empolga e surpreende. Porque é a história de uma prática ligada talvez ao  mais espetacular instrumento utilizado pelo homem.

Que afinal, vem confirmar o que Jorge Luis Borges disse certa vez, de forma definitiva, sobre o livro: O microscópio e o telescópio são extensões da nossa visão; o telefone é a extensão da nossa voz; em seguida, temos o arado e a espada, extensões do nosso braço. O livro, porém, é outra coisa: o livro é uma extensão da nossa memória e da nossa imaginação.

Comentário do blog: Há necessida de acrescentar alguma coisa? Leia mais!



Escrito por gtelmo às 01h08
[] [envie esta mensagem] [ ]



EDUCAÇÃO na Austrália...

http://www.news.com.au/dailytelegraph/

Revolution in primary schools

By Bruce McDougall, Education Reporter

August 12, 2006 12:00

EDUCATION Minister Carmel Tebbutt has ordered the biggest rewrite of the primary school science and technology syllabus in 15 years.

"Young children are intensely curious about how the world works," she said."Any parent can tell you that even pre-school children want to know where the sun goes at night and why water runs downhill and how the pictures appear on a television screen.

"The primary years are an ideal time to capture that curiosity and give children skills in thinking, investigating and problem-solving alongside fundamental scientific knowledge."

"The number of students studying chemistry and biology as part of their HSC has been increasing year on year, while enrolments in HSC physics have remained remarkably stable."

Comentário do blog: A Austrália descobre o óbvio e passa a investir mais e melhor em educação de adolescentes nas áreas de ciências. O número de estudantes de química e biologia tem aumentado. Quando é que o Brasil vai acordar?



Escrito por gtelmo às 01h03
[] [envie esta mensagem] [ ]



NA PONTA DA LÍNGUA                                   

prof.  William Guimarães (*)

Caro internauta ,

 Esta coluna não tem a pretensão de ensinar-lhe Português nem de esclarecer todas as suas dificuldades em assuntos do vernáculo. Pretende apenas, em abordando alguns aspectos do nosso idioma, dirimir certas dúvidas de quem vacila, quando, por força de oficio ou em fazendo tarefas escolares, tem na mão a caneta para redigir.  Temos consciência da complexidade de nossa língua, mas temos também a certeza de que, com atenção, vontade e um pouco de esforço, podemos sempre melhorar nossa comunicação em língua portuguesa, hoje tão aviltada e tão bombardeada por apelos exóticos.   É com este propósito que dedicamos a você, caro leitor, esta coluna, na certeza de que lhe será útil ou, no mínimo, de que despertará em você a salutar curiosidade de esclarecer dúvidas no emprego de nosso idioma. Não nos esqueçamos de que ler com compreensão, falar bem, escrever corretamente e conhecer as regras principais da língua materna não são coisas supérfluas, são deveres cívicos. Assim, reflitamos nestas palavras do mestre Olavo Bilac: "O povo começa a perder sua independência, a sua dignidade, a sua existência autônoma, quando começa a perder o amor ao idioma nacional. ..",este idioma que o célebre poeta soube usar esplendidamente em seus versos eternos.

VOCÁBULOS OU EXPRESSÕES QUE GERAM DÚVIDAS

1. AO INVÉS DE -EM VEZ DE

A locução prepositiva ao invés de tem como elemento básico a palavra invés, forma transformada de inverso = avesso, contrário.

AO INVÉS DE significa ao contrário de, ao revés de.

Ex.: Ao invés de falar, Eliane calou-se. -Durante a confusão ela, ao invés de sair, foi esconder-se no quarto. -Nós deveríamos chorar ao invés de rir.

EM VEZ DE -também locução prepositiva- significa em lugar de. Ex.: Foi ao cinema em vez de visitar seus tios já velhos. -"A mulher é o único animal da criação que, em vez de oxigenar os pulmões, oxigena os cabelos...". -Em vez de fazer minha caminhada, fui para a cama.

2. DE MAIS -DEMAIS

DE MAIS é o contrário de de menos. É locução adverbial de intensidade e significa a mais, em excesso. Ex:. São perguntas de mais para uma única verificação. -Estevão comprou meias de mais; André, de menos. - Paulo possui sapatos de mais .

DEMAIS pode ser: conjunção, advérbio de intensidade e pronome indefinido(substantivado ).

Como conjunção, equivale a ademais, além disso, ao demais, demais disso. Ex.: O almoço está ruim; demais, muito caro. -Já nos separamos; demais, já não havia remédio mesmo.

É advérbio quando significa excessivamente, demasiadamente. Ex.: Meu vizinho está doente demais. -É cedo demais para ir ao estádio.

Pode ser pronome indefinido quando equivale a os mais, os restantes, os outros. Como pronome indefinido, substantiva-se quando precedido dos artigos os ou as. E.: Só participaram da reunião os diretores da área de saúde; os demais permaneceram em seus gabinetes. -Uns vieram; os demais ficaram.

LEIA E REFLITA

* "O apetite do saber precede da dúvida. Pare de acreditar e instrua-se. "                       (André Gide, escritor francês (1869-1951 )

* "As rugas são leitos que os deuses cavam para as nossas lágrimas."                         (Émile Augier, escritor francês (1820-1889)

(*) Professor do Curso de Letras da Universidade Estadual do Ceará



Escrito por gtelmo às 00h43
[] [envie esta mensagem] [ ]



NOTÍCIAS INTERNACIONAIS

 

Cuba devolve visão a cerca de 25 mil latino-americanos
5.Junho.2006
CUBA já devolveu a visão a cerca de 25 mil latino-americanos assim que pôs em prática, há perto de dois anos, a chamada Operação Milagre, projeto conjunto com a Venezuela, por meio do qual cidadãos pobres da região e do Caribe são operados de graça e recebem todos os medicamentos necessários durante e depois da cirurgia.

Mais de 400 intelectuais de 50 países exigem respeito à soberania de Cuba

UM documento assinado, no fechamento desta edição, por mais de 400 intelectuais, artistas e personalidades proeminentes de mais de 50 países, foi tornado público em Havana, o qual exige do governo dos Estados Unidos respeitar a soberania de Cuba e impedir, custe o que custar, uma nova agressão à Ilha. São signatários, entre outros, oito Prêmios Nobel: José Saramago (Portugal), Wole Soyinka (Nigéria), Adolfo Pérez Esquivel (Argentina), Dario Fo (Itália), Nadine Gordimer (África do Sul), Desmond Tutu (África do Sul), Rigoberta Menchú (Guatemala) e Zhores Alfiorov (Rússia). Na extensa lista também aparecem o escritor norte-americano Noam Chomsky, o ex-procurador-geral dos EUA, Ramsey Clark; o cantor Harry Belafonte, o ator Danny Glover, Benicio del Toro, de Hollywood, de nacionalidade porto-riquenha,  Gerald Depardieu, da França, os romancistas Alice Walker e Russell Banks, o roqueiro Tom Morello, a acadêmica e lutadora Angela Davis, o filósofo Fredric Jameson, o reverendo Lucius Walker, o arquiteto brasileiro Óscar Niemeyer, o diretor de Le Monde Diplomatique, Ignacio Ramonet, os escritores Mario Benedetti, Eduardo Galeano e Juan Gelman, el teólogo brasileiro Frei Betto, a atriz Letícia Spiller e o músico Egbert Gismonti e o intelectual mexicano Pablo González Casanova.

A declaração “A Soberania de Cuba deve ser respeitada” está aberta às adesões através da internet em www.porcuba.or e soberania@porcuba.org.

Comentário do blog: A América Latina não pode permitir nenhuma agressão a Cuba. Pela autodeterminação dos povos!


Escrito por gtelmo às 00h21
[] [envie esta mensagem] [ ]



Linus Pauling -pacifista

Paralelamente ao seu intenso trabalho de pesquisador, Pauling foi um ativista contra a guerra. Em 1955 Pauling foi um dos 11 signatários  do  manifesto Russel-Einstein pela paz e 1958 publicou o livro No more war onde descreve os horrores da guerra nuclear. Em 1958, juntamente com Ava Hellen liderou um manifesto pela paz assinada por mais de nove mil cientistas do mundo inteiro que foi entregue a Dag Hammarskjold, secretário-geral da ONU. No discurso proferido na Nuclear Age Peace Foundation Pauling afirmou: "acredito que a nossa fundação deverá trabalhar no sentido de tornar os Estados Unidos em um país ético que poderá liderar o mundo em um futuro de ética, um futuro digno da inteligência humana".

Sua presença no movimento pacifista trouxe algumas retaliações. Em 1950 foi intimado a depor na Comissão de Investigação do Senado do estado da Califórnia, onde foi acusado de ser comunista.  A sua projeção internacional e a solidariedade de alguns cientistas impediarm que fosse execrado pelo governo norte-americano em plena era McCarthy de "caça às bruxas". Em 1952  diante de sua recusa em denunciar companheiros pacifistas teve seu passaporte cassado pelo Departamento de Estado e foi impedido de viajar para a Inglaterra. Isto permitiu que Watson e Crick lhe “passassem a perna” e regfistrassem a descoberta do DNA. O seu maior legado é sem sombra de dúvidas a sua contribuição para a paz universal.

No Brasil Linus Pauling teve três  de seus livros publicados: A Natureza das Ligações Químicas e Química Geral e  Como Viver Mais e Melhor.  Aqui também ele é conhecido pelo seu famoso diagrama que permite fazer a distribuição eletrônica dos elementos e pela tabela de eletronegatividades que criou e que tem o Flúor como elemento mais eletronegativo.  

Comentário do blog: Se estivesse vivo, certamente Pauling estaria nas ruas protestando contra a insanidade de Bush



Escrito por gtelmo às 00h13
[] [envie esta mensagem] [ ]



PERFIL: LINUS PAULING, o cientista da pazna biografia

 Linus Carl Pauling nasceu em Portland, Oregon (USA) no dia 28.02.1901 e faleceu aos 93 anos em 20 de agosto de     1994.   Seus pais  William Pauling, farmacêutico e Lucy Isabelle não legaram fortuna mas, lhe deram um presente melhor: uma grande inteligência. Aos nove anos perdeu o pai e teve as precárias condições de sobrevivência agravadas. Para não abandonar os estudos e ajudar no sustento da mãe e de duas irmãs, teve trabalhou como entregador de leite,projetor de filmes  em um cinema e em um estaleiro. Em 1919 ingressou em uma universidade pública do Oregon e trabalhando cerca de cem horas por mês conseguiu graduar-se em engenharia química. Apesar das pressões de sua mãe para ingressar no magistério secundário, optou pela carreira de professor do Instituto de Tecnologia da Califórnia (Caltech) Em 1923 casou com Ava Helen..Em junho de 1925 recebeu o título de Ph.D com louvor  em química. Em 1931 publicou o seu primeiro trabalho The nature of chemical bond. Em 1933 foi eleito membro da Academia Nacional de Ciências. Em 1935 começou a pesquisar na área de biologia molecular. Em 1936 foi nomeado presidente da divisão de química do Caltech. Em 1948 Pauling trabalhou a estrutura de hélice dos polipeptídeos, sendo precursor da descoberta do DNA. Foi também um grande divulgador e usuário da vitamina C à qual atribuiu sua convivência com o câncer ao longo de 30 anos. Em 1954 ganhou o prêmio Nobel de Química por seu trabalho sobre ligações químicas e em 1962 ganhou o prêmio Nobel da Paz por seus esforços contra a guerra.

Leia mais: http://lpi.oregonstate.edu/lpbio/lpbio2.html



Escrito por gtelmo às 23h47
[] [envie esta mensagem] [ ]



CURIOSIDADES

http://pt.wikipedia.org/wiki/Pr%C3%AAmio_IgNobel

O Prêmio IgNobel é uma sátira do prêmio Nobel é dado a cada outono para a descoberta científica mais estranha do ano. É patrocinado pela revista de humor científico Annals of Improbable Research (Anais da Pesquisa Improvável), e os prêmio são entregues em Harvard.

1991

  • Química: Jacques Benveniste, correspondente da revista Nature, por ter descoberto que a água é um líquido inteligente, e por demonstrar que a água é capaz de se lembrar de eventos que foram completamente esquecidos.
  • Paz: Edward Teller, pai da bomba de hidrogênio e desenvolvedor do Programa Star Wars, por seus esforços para a paz mundial.
  • Pesquisa Interdisciplinar: Josiah Carberry, professor fictício da Universidade Brown, "explorador e eclético buscador da verdade, por seu trabalho pioneiro em psicocerâmica, o estudo de vasos quebrados." Este prêmio apócrifo não é reconhecido pelos organizadores do IgNobel.

1992

  • Medicina: F. Kanda, E. Yagi, M. Fukuda, K. Nakajima, T. Ohta, e O. Nakata do Shisedo Research Center em Yokohama, por seu estudo pioneiro Elucidation of Chemical Compounds Responsible for Foot Malodour (Elucidação dos Componentes Químicos Reponsáveis pelo Chulé do Pé), especialmente pela conclusão de que as pessoas que pensam que têm chulé tem, e as que pensam que não têm, não têm.
  • Química: Ivette Bassa, desenvolvedora de colóides coloridos, por seu papel no maior avanço químico no século XX, a síntese da gelatina azul brilhante.
  • Literatura: Yuri Struchkov, autor do Instituto de Componentes Organoelementais, em Moscou, pelos 948 textos científicos que ele publicou entre 1981 e 1990, dando uma média de um a cada 3,9 dias.
Comentário do blog: vale a pena verificar os ganhadores do prêmio IgNobel. É incrível. É divertido.


Escrito por gtelmo às 02h27
[] [envie esta mensagem] [ ]



CURIOSIDADES

Glossário estranho                                                                                http://revistagalileu.globo.com/Galileu/0%2C%2CECT1242131-1719%2C00.html

O escritor Adam Jacot de Boinod, pesquisou dicionários e publicações estrangeiras, compilou centenas de termos gringos que não possuem equivalente na língua inglesa e os publicou no livro "The Meaning of Tingo - and Other Extraordinary Words Around the World" (O Significado de Tingo - e Outras Palavras Extrordinárias pelo Mundo.

HAKAMAROO - manter objetos emprestados até que o dono tenha que solicitar sua devolução. Rapanui . Idioma da Ilha da Páscoa

 TRITTBRETTFAHRER - oportunista que se beneficia do trabalho alheio. Em Alemão.

MINGMU - "morrer com os olhos fechados". Significa partir sem deixar nenhum arrependimento para trás. Em Mandarim-chinês

ANGUTAWKUN - homem que troca sua esposa com outro ou um dos maridos que foram, em épocas diferentes, casados com a mesma mulher- No idioma dos esquimós.

Comentário do blog: Quem não conhece um HAKAMAROO ou  um TRITTBRETTFAHRER (em português mesmo)?



Escrito por gtelmo às 02h01
[] [envie esta mensagem] [ ]



Livro COMO FAZÍAMOS SEM

http://www.livrariacultura.com.br/imagem/capas1/507/3197507.jpg

Classificação:

Valor médio: R$ 22,00   Comparar preços

Neste livro, o leitor saberá como era a vida nos tempos em que objetos (até banais para os dias atuais) não haviam sido inventados ainda. Ou como era viver sem um monte de modernidades que nos fazem a maior falta hoje em dia. Descubra como fazíamos sem... - Água limpa; Fósforos; Geladeira; Talheres; Avião; Correio; Internet; Telefone; Televisão; Elevador; Móveis; Vaso Sanitário; Ventilador; Calefação; Cuecas; Calcinhas; Ferro Elétrico; Máquina de Costura; Óculos; Sabão; Máquina de Lava; Anestesia; Banho; Escova de Dentes; Papel Higiênico; Remédios; Cemitério; Dinheiro; Divórcio; Energia Elétrica; Escola; Relógio; Sobrenome.

Comentário do blog: Muito interessante. A nosso juízo, a autora, que já trabalhou na SUPERINTERESSANTE, poderia ter feito uma pesquisa mais densa.Mesmo assim recomendamos.



Categoria: Objeto de Desejo
Escrito por gtelmo às 01h04
[] [envie esta mensagem] [ ]



NOTÍCIAS

Molécula funciona como bit para armazenar dados
10/08/2006

http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/imagens/010110060810-moleculas_ibm.jpg

Inovação Tecnológica - Cientistas do laboratório de pesquisas da IBM na Suíça conseguiram utilizar uma única molécula para armazenar dados. A molécula pode ser chaveada entre dois estados condutivos distintos, o que significa que ela pode funcionar como um bit para armazenar informações digitais.

Cientistas propõem sepultar CO2 debaixo do oceano
10/08/2006

Estadão - A solução para o gás carbônico que polui a atmosfera pode estar sob a superfície do oceano, dizem cientistas da Universidade Harvard. Eles descobriram que os sedimentos do oceano profundo podem oferecer um reservatório permanente e virtualmente inesgotável para o gás que vem impulsionando a mudança climática global nas últimas décadas, e estimam que apenas os sedimentos em águas territoriais americanas poderiam acumular as emissões do país por milhares de anos.
Leia mais em: www.estadao.com.br/


Escrito por gtelmo às 00h56
[] [envie esta mensagem] [ ]



TABOLEIRO: Livros baratos

http://www.americanas.com.br

Classificação:

EXPLICANDO A TEORIA DA RELATIVIDADE Autor: MOURAO, RONALDO ROGERIO DE FREITAS Editora: EDIOURO 1ª Edição - 2005 - 368 pág. Preço: R$ 44,90 Além de explicar de forma clara os fenômenos aparentemente amalucados descritos pela teoria que revolucionou a Física no século XX, este livro traz um valioso histórico do desenvolvimento da Física antes de Einstein, um apêndice sobre a participação brasileira na relatividade e os mais recentes avanços nas pesquisas astronômicas. http://www.livrariacultura.com.br/imagem/capas2/048/822048.jpg

DILEMA DE CANTOR, O Autor: DJERASSI, CARL Editora: NOVA FRONTEIRA - 1ª Edição - 1999 - 294 pág. Preço: R$ 37,00 Poderia haver fraude por trás de um Prêmio Nobel? Seria possível que um experimento, que comprovasse uma grande teoria sobre a origem do câncer, enganasse toda a comunidade científica? Até que ponto as descobertas científicas são confiáveis e até que ponto estão ligadas à vaidade intelectual e ao medo da vergonha? Este livro trata destas questões, mostrando os bastidores da ciência em uma trama que prende o leitor até a última linha. http://www.livrariacultura.com.br/imagem/capas1/738/274738.jpg

CINCO MAIORES IDEIAS DA CIENCIA, AS Autor WYNN, CHARLES M. e  WIGGINS, ARTHUR W. Editora: PRESTIGIO 1ª Edição - 2002 - 240 pág..Preço: R$ 29,90 .A matéria tem componentes básicos? Se ela os tem como são eles? Que relação há entre os diferentes tipos de átomos que existem no universo? De onde vieram os átomos do universo? Qual é o seu destino? Como está organizada a matéria do universo no planeta Terra? Como se originou e se desenvolveu a vida na Terra? O livro é uma discussão animadora e informativa, pela qual poderemos avaliar a aplicação potencial destas e de outras curiosidades científicas. Em linguagem simples e usando termos de fácil compreensão, este livro oferece um excelente antídoto para qualquer caso de falta de conhecimento científico. Sidney Harris, o mais destacado cartunista científico dos Estados Unidos, contribuiu com os diagramas e cartuns bem-humorados que ajudam a explicar o que faz destas cinco teorias (o modelo atômico, da física; a Lei periódica, da química; a Teoria do big-bang, da astronomia; o modelo das placas tectônicas, da geologia; a Teoria da evolução, da biologia) as mais importantes aos olhos dos cientistas. Após breve introdução sobre cada uma, há uma rápida abordagem de como elas estão relacionadas e como convergem no quadro do mundo atual. No final da obra, mais de quarenta textos que discutem interessantes temas relativos às cinco maiores idéias, bem como introduções a outras idéias científicas. E logo após os textos, o leitor encontrará ''sugestões bibliográficas''- uma relação de livros sobre ciência que podem ampliar ainda mais o conhecimento sobre algum tema de seu interesse. http://www.livrariacultura.com.br/imagem/capas1/602/3094602.jpg

Comentário do blog: No taboleiro das Americanas cada livro custa R$ 9,90. Não fique parado.VÁ CORRENDO!

Buscar na Web: http://www.livrariacultura.com.br



Categoria: Avaliação
Escrito por gtelmo às 00h26
[] [envie esta mensagem] [ ]



Periódico: Variedades

http://super.abril.com.br/imagem/capa_super.jpg

Classificação:

SUMÁRIO: CAPA O supercérebro Nós temos na cabeça um órgão com superpoderes. Ele pode mover objetos, se reconstruir e até parar o tempo. Saiba como estimular a capacidade do seu cérebro.  HISTÓRIA Mortos que andam Com nomes diferentes, os vampiros perambulam pelas lendas de quase todos os povos. Saiba o que torna essas sinistras criaturas tão recorrentes no imaginário humano. ESPECIAL Guerra dos mundos Por que as diferenças entre muçulmanos e ocidentais provocam tanto ódio? Será que um dia eles conseguirão conviver em paz? TECNOLOGIA O futuro nas ruas. Você acha que um dia existirão carros elétricos potentes? Sonha em ter uma máquina que dirija e estacione sozinha? Pois saiba que isso já é coisa do passado. SUPERPAPO: Denis Albanese, o maior caçador de tesouros do país, revela como procura navios naufragados no litoral brasileiro. SUPERNOVAS: Os donos da internet. SUPERFETICHE: Livros: As aventuras do escritor George Orwell na Guerra Civil Espanhola

Buscar na Web: http://super.abril.com.br/super/revista/229.shtml



Categoria: Avaliação
Escrito por gtelmo às 00h09
[] [envie esta mensagem] [ ]




[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]